Nesta quinta-feira (13), OAB-AM realiza primeiro evento indígena “Vozes da Floresta”

152

A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM), por meio da Comissão de Amparo e Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas, realiza, nesta quinta-feira, 13 de abril, das 16h às 18h, o primeiro evento dedicado à cultura e luta dos povos originários, o “Vozes da Floresta”, como parte da programação do mês de abril, que é dedicado à cultura indígena no Brasil e no mundo. A cerimônia acontecerá no auditório Rubi, localizado na sede da autarquia, situada na Av. Umberto Calderaro Filho, n° 2000, bairro Adrianópolis.

As inscrições são gratuitas e podem ser feitas por meio da plataforma Sympla: https://bit.ly/43ilwot. Os participantes receberão uma certificação de 5 horas complementares.

De acordo com o presidente da OAB-AM, Jean Cleuter Mendonça, o principal objetivo da comissão é assegurar a proteção dos direitos dos povos indígenas, estando sempre atenta para defender os povos e as comunidades e, por isso, a realização do primeiro evento voltado ao assunto é importante.

“A pauta do indígena ela é muito importante para nós. Os indígenas são os verdadeiros donos dessa terra e eles chegaram antes de nós. A acessibilidade ela é constitucional, o acesso à justiça é constitucional, a OAB não pode permitir que os indígenas não tenham acesso à justiça e esse evento é importante para dar voz aos povos da floresta”, informou o presidente.

Segundo a presidente da Comissão de Amparo e Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas, Inory Kanamari, o evento é importante, pois traz inclusão e representatividade. 

“É uma forma de combater o preconceito e o racismo contra indígenas, criando uma valorização da cultura, pois dará visibilidade as questões ambientais e indígenas no Amazonas e Brasil. O evento também trará diversos benefícios sociais para as populações indígenas e para a própria Ordem dos Advogados”, disse Inory.

Sobre o evento

O “Vozes da Floresta” é um evento indígena que tem o objetivo de criar a possibilidade de divulgação das diversas etnias no Amazonas, trazendo conhecimento sobre suas histórias e trajetórias, esse conhecimento é importante para sensibilizar a sociedade quanto à importância da preservação cultural e direitos dos povos indígenas. 

Além de palestras e homenagens às lideranças indígenas do Estado do Amazonas, serão realizadas atividades de música na língua materna das etnias Kanamaris, Matis, Mayurunas e fala dos representantes de diferentes etnias dos povos indígenas do Amazonas. O evento também receberá a presença de autoridades do Estado e apoiadores das causas indígenas.

“Assegurar os direitos fundamentais nessa causa tão importante que é a causa das etnias, das populações indígenas. Nós temos uma história, uma cultura que deve ser protegida e o papel da comissão é esse, trabalhar em parceria com os órgãos, firmar diálogos e projetos que possam contribuir para as etnias indígenas,” disse a presidente da Comissão de Amparo e Defesa dos Direitos dos Povos Indígenas, Inory Kanamari.

Parceria

O evento recebe o apoio da Comissão de Direitos Humanos da OAB-AM, Fundação Estadual do Índio (FEI), Escola Superior de Magistratura do Amazonas (ESMAM), Instituto Federal do Amazonas (IFAM), Faculdade La Salle e Faculdade Martha Falcão.

Artigo anteriorOAB publica editais para formação de listas sêxtuplas ao TRF-1
Próximo artigoOAB-AM promove audiência pública para discutir segurança nas escolas do Amazonas, nesta sexta-feira (14)