OAB recebe os três melhores projetos arquitetônicos para o clube dos advogados

233

O projeto marca a parceria histórica entre a Ordem e o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Amazonas

A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM), por meio do presidente Jean Cleuter Mendonça, recebeu os três melhores projetos arquitetônicos para o Clube dos Advogados. A apresentação aconteceu na tarde desta sexta-feira (01/04), e marcou a parceria histórica entre a Ordem e o Conselho de Arquitetura e Urbanismo do Amazonas (CAU).

Estiveram presentes na reunião o presidente do CAU, Jean Faria, o presidente da Caixa de Assistência ao Advogado do Amazonas (CAAAM), Neto Simonetti, o secretário-geral adjunto, Plínio Nogueira, e o coordenador adjunto de comissões, Cassius Clei.

Para o presidente da OAB-AM, o momento é histórico, pois marca a parceria da instituição com o Conselho de Arquitetura, responsável por selecionar os melhores projetos arquitetônicos para o clube e apresentar aos membros da diretoria.

 “Quero agradecer o trabalho exímio desenvolvido pelo presidente Jean Faria que cuidou dos editais de forma digna, verificando todas as questões técnicas de acessibilidade e processos junto à prefeitura. É importante ressaltar que esse momento só vai ser possível, pois a advocacia se uniu em dois projetos, um para eleger um presidente nacional e o outro para eleger um presidente regional e só será possível a realização dessas obras em razão do apoio do conselho federal que disponibilizou a verba necessária para isso ser efetivado”, garantiu.

Ainda segundo Jean Cleuter Mendonça, as obras e os projetos só estão se tornando possíveis, pois toda a gestão tem trabalhado incansavelmente para planejar e realizar. “Todo mundo da gestão é responsável por esse avanço. É um trabalho em equipe e é uma realização da advocacia amazonense”, afirmou.

De acordo com o presidente da CAU, Jean Faria, esse foi o primeiro concurso feito pelo Conselho em parceria com a OAB-AM, que mostra o que trabalho do arquiteto pode fazer, organizando espaços e transformando lugares. “Nós tivemos 60 inscrições no edital, mas apenas oito conseguiram entregar os projetos de forma que a gente pudesse fazer as avaliações. A gente tinha algumas premissas no edital, como eficiência energética, tratamento de drenagem. Para gente é uma grande parceria e o resultado vai ser muito bom”, explicou.

Os três projetos selecionados serão apresentados por seus respectivos autores, aos membros do Conselho e Diretoria da OAB-AM.

Fotos: Jefferson da Silva OAB-AM

Artigo anteriorOAB reúne com diretoria da Caixa Econômica para viabilizar parceria
Próximo artigoOAB-AM e CMM viabilizam instituir dia da advocacia jovem