OAB sedia evento em homenagem às mulheres do Amazonas

122

A primeira advogada indígena do estado foi uma das personalidades agraciadas com placa de honra ao mérito

Para homenagear às mulheres advogadas, a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM), por meio da Comissão da Mulher Advogada, realizou na noite desta terça-feira (08/03) uma cerimônia para agraciar mais de 40 personalidades que se dedicam a defender a advocacia e a justiça no estado. O evento aconteceu no auditório da instituição, localizada na avenida Humberto Calderaro, bairro Adrianópolis, zona sul.

Na ocasião, foram distribuídas placas de honra ao mérito para as advogadas. A cerimônia marca o início de duas semanas de palestras, cursos, atendimento médico e exposição de livros, ação essa que está sendo coordenada pela OAB-AM em parceria com a Caixa de Assistência ao Advogado no Amazonas (CAAAM).

Entre as homenageadas esta a primeira advogada indígena da etnia Kanamari, Adriana Pinheiro. A presidente da comissão da mulher advogada, Marlene Parisotto, fez uma homenagem a todas as advogadas do Amazonas falecidas durante a pandemia da covid-19.

A presidente de honra do evento e vice-presidente da OAB-AM, Denize Aufiero, lembrou em seu discurso a importância do empoderamento feminino e da luta pela defesa das prerrogativas da mulher advogada durante o exercício de sua profissão.

“No Brasil temos 22 mulheres na vice-presidência das seccionais que estão lutando pelas pautas femininas. Nós somos maioria no cenário nacional e devemos estar apoiando umas as outras, as nossas nobres advogadas, para que seu direito de atuar e lutar por justiça não seja de nenhuma forma prejudicada”, disse.

Indo ao encontro com a campanha da OAB Nacional, a secretária-geral, Omara Gusmão, ressaltou em sua fala o cenário de assédio moral e sexual que as advogadas em todo Brasil sofrem durante o trabalho e ressaltou que a seccional Amazonas está atenta às pautas de cunho social, disposta a criar campanhas que conscientizem sobre o assunto.

“Hoje é um dia importante para refletirmos a nossa condição de mulher advogada, pois nós estamos sendo vítimas de assédio em ambientes de trabalho, como sabemos, predominantemente masculino. Reforço que estamos aqui de forma genuína para acolher uma à outra, lutar contra todo preconceito e reforçar nossa condição de mulher profissional”, afirmou.

Mesa diretora

O evento foi coordenado pela presidente de honra e vice-presidente da OAB-AM, Denize Aufiero, a secretária-geral, Omara Gusmão, a presidente da comissão da mulher advogada, Marlene Parisotto e demais membros da pasta.

Artigo anteriorOAB-AM vai realizar eventos e palestras em comemoração ao mês da mulher 
Próximo artigoOAB-AM oferece palestra e roda de conversa para mulher advogada