Membro da Comissão de Direito de Família e Sucessões da Ordem integra Comissão Internacional de Adoção

142

A presidente da Comissão de Direito de Família e Sucessões da OAB-AM, advogada Luiza Helena Ribeiro Simonetti Cabral foi nomeada para compor a Comissão Estadual Judiciária de Adoção Internacional do Amazonas (Cejaia-AM). O ato consta na Portaria nº 1.724 do Tribunal de Justiça do Amazonas, publicada no dia 24 de agosto de 2020.

A aprovação do nome de Luiza Simonetti se deu pelo trabalho expressivo realizado pela advogada ao longo de 20 anos de experiência em causas relacionadas às crianças e adolescentes, bem como pelo ativismo da Comissão, a qual ela preside, frente às questões relacionadas ao Direito de Família. “Me sinto vendo o reconhecimento do meu trabalho, da minha atuação como profissional do Direito junto às causas do Direito de Família, área que exerço com bastante profissionalismo e dedicação. Estou feliz por ser a primeira representante da Ordem a compor a Cejaia”, afirmou Luiza Helena.

A homologação da indicação de um representante da OAB-AM junto à Cejaia se deu com a aprovação do novo regimento interno, ocorrida durante Sessão do Tribunal Pleno do dia 9 de junho.

A Cejaia é presidida pela Corregedora-Geral de Justiça, que é membro nato, e composta ainda por dois Desembargadores, dois Juízes de Direito de Entrância Final, outros dois juízes convidados nomeados pelo presidente do TJAM, após indicação da Corregedora e um membro do Ministério Público do Estado do Amazonas, indicado pela Procuradora-Geral de Justiça e agora terá também um representante da OAB, o qual deverá atuar em atividades na Infância e Juventude.

Para o presidente da Ordem, Marco Aurélio Choy, a nomeação de Luíza Helena Simonetti é um reconhecimento máximo do trabalho incansável que a advogada exerce em prol das crianças no Amazonas. “A Dra. Luíza Helena Simonetti tem capitaneado a bandeira da adoção dentro do Direito de Família de forma muito aguerrida, atuando com referência em diversas frentes desse importante segmento do Direito e ajudando a desmistificar muitos tabus em torno dos processos de adoção. Estamos muito contentes de ver o trabalho da advocacia sendo mais uma vez reconhecido”, afirmou Choy.