Tribunal de Ética e Disciplina empossa novos membros e lança campanha contra ‘Coiotes’

204

O Tribunal de Ética e Disciplina da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional do Amazonas (TED- OAB/AM) empossou, na tarde desta quinta-feira, 28, oito novos membros no departamento e também novos membros na Comissão de Instrutores, Defensores Dativos e Assistentes do TED.

Na sessão solene, dirigida pelo presidente da OAB-AM, Marco Aurélio Choy, ele agradeceu todos aqueles que se colocam à disposição para contribuir na entidade. “Fico muito feliz com a contribuição que todos dão a OAB e aos demais colegas de profissão. Sempre digo que estamos aqui na instituição de passagem, e a minha pergunta é o que queremos deixar? Qual o legado? A gente quer uma instituição que seja respeitada. Por uma advocacia exercida por bons advogados, por bons colegas que orgulham a gente. Por isso, agradeço a boa ação, o esforço intelectual de todos”, destacou Choy.

Novos membros

Foram empossados pelo presidente do TED, Luis Pestana: Jane Mary Lopes Assef; Márcio Alexandre Silva; Márcia Oliveira dos Santos; Thandra Pessoa de Sena; José Mário Carvalho Neto; Samira de Cássia Zacarias Caminha; Bruno Vieira da Rocha Barbirato; Nathalia Pimental Bione de Souza e Carolina Gomes Mar. Já como novos membros da Comissão de Instrutores: Matheus Nunes de Oliveira Dantas; Francisco de Abreu Assumpção Neto e Silvia Patrícia Alfaia da Silva.

Campanha

Ainda na sessão solene, o presidente do TED, Luis Pestana, anunciou o lançamento da campanha da Ordem contra os “coiotes”, pessoas contratadas por advogados ou escritórios que agenciam clientes em potencial principalmente na Justiça do Trabalho ou na Custódia.

“Nessa atividade nós iremos estar presentes na Justiça do Trabalho e na custódia, abordando os familiares com necessidade de um apoio de advogados, esclarecendo o quanto o coiote pode trazer prejuízos para a vida delas. Porque são pessoas que estão ali para captar, agenciar e levar para determinados escritórios. E o que se quer é uma advocacia justa, correta, evitando privilégios e principalmente ilegalidades. A comissão visa a educação, sempre com a ideia de educar para não punir”, esclareceu a secretária da Comissão de Fiscalização do TED, responsável pela campanha, Maria do Céu Rodrigues Maia.

A campanha contra os coiotes está marcada para iniciar no mês de agosto e contará com a participação de todos os 17 membros da comissão, em parceria com a Faculdade Martha Falcão. Segundo Pestana, a comissão e a campanha possuem o papel de educar para não punir. Salientando que o papel de punição e do TED. “Estamos entusiasmados com o trabalho. E agradecemos o presidente Choy pela a estrutura fornecida para a realização desse trabalho”, concluiu.

Artigo anteriorOAB-AM participa da entrega de relatório do programa “Inteligência e Proteção do Amazonas”
Próximo artigoColônia de Férias do Clube da OAB-AM segue até sábado, 14