OAB-AM em parceria histórica vai oferecer Mestrado e Doutorado aos advogados

369

A Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM), por meio da Escola Superior da Advocacia (ESA), pela primeira vez na história, vai oferecer cursos de especialização Mestrado e Doutorado aos advogados amazonenses. A parceria com a Faculdade Autônoma de Direito (Fadisp/Unialfa) foi oficializada na tarde de quinta-feira (28/07), na sede da ESA.

  O fomento a educação e qualificação é uma das bandeiras mais defendidas pela gestão. Agora, advogados e advogadas amazonenses terão à disposição a oportunidade de se qualificar com os mais altos níveis de especialização.

Participaram da reunião, o diretor da Escola de Direito da Alfa Educação, Lauro Ishikawa, o coordenador-geral dos cursos da Escola de Direito da Alfa, Henrique Gaberllini e o coordenador-adjunto do programa de pós-graduação em direito, Rennan Thamay.

Para o presidente da OAB-AM, Jean Cleuter Mendonça, o sonho que a ESA fornecesse esse tipo de especialização já perdurava há tempos e agora, com essa parceria formada com a Fadisp, o senhor se tornar realidade e marca um grande avanço educacional para advocacia amazonense.

“Sempre desejei que a ESA que é o nosso braço educacional, oferecesse aos nossos advogados as especializações mestrado e doutorado, reconhecido pelo MEC (Ministério da Educação), pois o caminho do sucesso passa pela academia. Então, com esse acordo, a advocacia amazonense é mercada por mais uma grande conquista que permitirá o estimulo e a prática do conhecimento técnico de qualidade no Estado”, afirmou.

De acordo com a secretária-geral da OAB-AM, Omara Gusmão, a gestão está buscando trazer novos rumos por meio do conhecimento. “Esse é um marco que vai trazer para a história da advocacia amazonense um novo rumo, depois da pandemia. Então, fico feliz por pertencer a essa gestão, nós estamos fazendo da ESA como gostaríamos de fazer, com o professor Carlos Alberto capitaneando essa instituição. Eu só posso agradecer, estou encantada com o trabalho da Fadisp, o alcance internacional e esse intercâmbio. Nesse momento, estamos fazendo história”, disse.

Segundo o diretor da ESA, Carlos Alberto Ramos, essa conquista é de grande importância para a profissão advocatícia no Estado e esse acontecimento trará bons ganhos para a classe. “Esse momento é marcante porque estou realizando juntos com grandes amigos e isso serviu de ponte para que esse ato tenha se tornado realidade. Estou muito feliz por esse momento e acredito que esse feito trará bons resultados aos profissionais da advocacia e para o Amazonas”, declarou.

Edital

Os editais estão disponíveis no site da instituição desde o dia 18 de julho e vão até o próximo dia 12 de agosto. O processo seletivo para o mestrado é feito por meio da prova de língua estrangeira, que como explicado por Lauro Ishikawa, não será um impeditivo para o aluno realizar o mestrado, visto que esse discente terá o apoio da instituição na questão da língua.

Entretanto, o conhecimento da língua estrangeira será obrigatório aos candidatos que concorrem aos cursos de doutorado, bem como a submissão de um pré-projeto no ato da inscrição para o ingresso.

Já na segunda fase, a prova será dissertativa sobre conhecimentos jurídicos e acontece no dia 17 de agosto. Encerrando os ciclos do processo seletivo, na terceira fase serão realizadas entrevistas com os coordenadores da Escola de Direito da Alfa Educação, que será realizada no dia 18 de agosto, às 14h.

A divulgação dos resultados ocorre a partir do dia 19 de agosto e matrícula inicia no mesmo dia, indo até o dia 25 de agosto. Ao final do processo de matricula, as aulas começam a partir do dia 26 de agosto.

Fotos: Ana Sena -OAB-AM

Texto: Antony Franco

Edição: Ana Sena

Artigo anteriorOAB-AM realiza ato de desagravo em defesa das prerrogativas
Próximo artigoOAB-AM realiza diversos eventos no mês da advocacia

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui