ABMCJ e OAB-AM realizam ciclo de palestras para tratar de violência obstétrica

82

O evento acontece nesta segunda-feira (30/05) na sede da Escola Superior da Advocacia (ESA)

A Associação Brasileira das Mulheres de Carreira Jurídica (ABMCJ) em parceria com a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM), por meio da Comissão da Mulher Advogada, realizam um ciclo de palestras para tratar sobre os aspectos legais, sociais e psicológicos envolvendo a violência obstétrica. O evento acontece nesta segunda-feira (30/05), às 15h, na sede da Escola Superior da Advocacia (ESA), localizada na rua São Benedito, bairro Adrianópolis, zona sul.

Para participar, o interessado deve realizar a inscrição pela plataforma Sympla. Podem se inscrever estudantes, profissionais das áreas de Direito, Saúde, Psicologia, Serviço Social e sociedade em geral.

De acordo com a secretária-geral da ABMCJ, advogada Laura Lucas, o ciclo de palestras vai proporcionar o encontro de especialistas no assunto para discutir um tema que ainda é tratado com preconceito e pouco falado na sociedade. Atualmente, a violência obstétrica é vista sob a perspectiva de Direitos Humanos. O evento tem por objetivo conscientizar sobre o tema. 

“Os índices de mortalidade materno infantil são ainda assustadores. É preciso que o Brasil diminua os índices de modo a está compatível com os objetivos de direito sustentável estabelecidos pela ONU. Sabemos que o assunto ainda sofre muito tabu, os próprios profissionais de saúde não aceitam sequer que se utilize o termo violência obstétrica. Clamamos e conscientizamos para que se mude a conduta e não o termo”, esclareceu.

A advogada afirma ainda que a melhor forma de prevenir a violência obstétrica é obter conhecimento sobre o tema, criando um olhar de proteção aos direitos das mulheres e dos nascituros.

Palestras

O evento contará com palestras com os temas: a responsabilidade civil aplicada aos casos de violência obstétrica, a violência obstétrica como categoria jurídica e a atuação da humaniza no estado do Amazonas, violência obstétrica: uma expressão da questão social e aspectos psicológicos da violência obstétrica.

Artigo anteriorOAB-AM promove debate sobre cárcere e violação de direitos humanos 
Próximo artigoComissão de prerrogativas da OAB-AM ministra curso para servidores do sistema prisional