OAB realiza segundo dia de entrega de carteiras

333

A cerimônia foi marcada por um discurso de perseverança e muita emoção dos novos profissionais

Pelo segundo dia consecutivo, a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM) realizou a cerimônia de entrega de carteiras aos novos advogadas e advogadas do estado. O evento aconteceu no auditório Rubi, sede da instituição, onde 49 novos profissionais fizeram seu juramento de promover justiça para sociedade. A solenidade foi marcada por um discurso de perseverança e muita emoção daqueles que iniciam uma nova jornada na advocacia amazonense.

O presidente da OAB-AM, Jean Cleuter Mendonça, em seu discurso, garantiu que todo sucesso é fruto de muita determinação e estudo. Ao dar boas-vindas aos novos advogados, o presidente pediu para que os jovens não desistam de seus sonhos. “Eu sei que o caminho para chegar até aqui não foi fácil, mas vocês são vencedores. Essa é a recompensa de quem estuda e luta por seus objetivos. Que essa carteira marque o início de uma nova caminhada repleta de sucesso e que vocês possam sempre confiar na OAB em todo caminho”, disse.

Para o orador da turma, Átila Callison, receber a carteira da Ordem é a realização de um sonho e a promessa de novos caminhos. “Quando eu era criança eu sempre falava para minha avó que quando crescer, queria ser advogado. Aos 22 anos decidi ingressar na faculdade de direito. É uma honra ser o orador da turma e estou me sentindo muito realizado. Não foi um caminho fácil, estudei bastante e consegui a aprovação. É a realização de um sonho”, afirmou.

Átila Callison foi escolhido para ser o orador da turma e fez um discurso sobre vencer barreiras e realizar sonhos

A nova advogada, Maria Tereza Gomes, garantiu que o próximo passo é atuar na advocacia criminal e continuar se especializando na área em que ela escolheu desde o início da faculdade. “O sonho de ser advogada começou quando eu estava no ensino médio, sempre quis fazer a coisa certa, fazer justiça, lutar pelos direitos humanos. Com muito esforço eu entrei na faculdade, não foi fácil, principalmente financeiramente, mas tudo se realizou, pois quando se tem fé e se acredita nos seus sonhos, tudo pode acontecer. É uma felicidade grande estar aqui e agora vou seguir para atuar na área de direito penal”, garantiu.

A nova advogada Maria Tereza ao lado de seu padrinho comemorando a conquista

Fotos: Jefferson da Silva

Artigo anteriorOAB-AM realiza entrega de carteira aos novos advogados
Próximo artigoOAB reúne com titular da Seap e trata pautas da advocacia criminal