Jovem advogada é destaque na ONU

8

A jovem advogada Raquely Portela de 23 anos, presidente da Comissão dos Direitos de Refugiados e Imigrantes da OAB Seccional Amazonas, foi a primeira Brasileira a ganhar o prêmio de Delegada destaque na Youth Assembly, maior assembleia de jovens da ONU.

Raquely contou sua história de vida e falou do trabalho que vem fazendo em prol dos Refugiados no Estado do Amazonas.

Em seu discurso, a advogada destacou a importância de se ter senso de humanidade.

“Quebrei o paradigma de que você precisa ser refugiado pra lutar por essa causa. Assim como você não precisa ser negro pra lutar contra o racismo, nem precisa ser gay pra defender o movimento LGBT. Na realidade, tudo o que nós precisamos é de um mínimo de senso de humanidade para promover os direitos humanos das minorias”, disse ela.

Durante 10 meses, a jovem advogada vem trabalhando nesse projeto que tem como objetivo acolher e integrar os refugiados e imigrantes que chegam na cidade de Manaus e, com a ajuda de 15 advogados, vem desenvolvendo ações para garantir os direitos básicos desse grupo de pessoas, tais como: direito à educação, à informação, ao trabalho digno e à saúde.

Além de ações sociais, como doação de roupas, brinquedos e alimentos não perecíveis, a Comissão está desenvolvendo projetos duradouros para integrar os refugiados no mercado de trabalho e na sociedade brasileira, oferecendo cursos de língua portuguesa para venezuelanos, palestras sobre a legislação brasileira, auxiliando-os na revalidação de diploma para que possam exercer suas profissões no Brasil de forma decente. A Comissão já alcançou mais de 400 refugiados e imigrantes, de quatro diferentes nacionalidades.