II Conferência Estadual da Advocacia do Amazonas reúne mil pessoas

87

Um dos maiores eventos da advocacia amazonense reuniu no primeiro de atividades cerca de mil pessoas. A II Conferência Estadual da Advocacia do Amazonas, iniciou nesta quarta-feira (04) e contou com palestras Compliance e Marketing na Advocacia, a advogada Cláudia Lopes Bernardino, Privacidade e Proteção de Dados na Internet, com a advogada e autora Luziane Figueiredo e Advocacia na fronteira entre o romantismo e o racionalismo jurídico, com o advogado Franco Jr.

O presidente da OAB/AM, Marco Aurélio Choy, destacou a importância de trazer aos advogados amazonenses temas de extrema relevância para sociedade brasileira. “A Conferência traz a oportunidade de troca experiências, e permite o acesso a grandes discussões e a temas que exigem o aprofundamento jurídico. Sabemos que são muitos os desafios, por isso precisamos ampliar e renovar a nossa perspectiva sobre direitos, encontrar mecanismos mais eficientes para que direitos civis e políticos sejam universalizados concretamente, além de colaborar para que direitos econômicos e sociais sejam de fato realidade”, disse.

O objetivo do evento é debater em profundidade, a extensão e o papel relevante que tiveram os advogados, individual e coletivamente junto à sociedade.

Para o vice-presidente do Conselho Federal da OAB, Luís Cláudio da Silva, refletiu sobre a advocacia diante a uma crise nacional.  “Precisamos analisar o que nós seremos a justiça brasileira, o que podemos oferecer ao jurisdicionado e ao cidadão, quais as perspectivas de tempos melhores? É indispensável nossa atuação no novo tempo, num mundo globalizado, composto por gerações digitais, sensível aos movimentos da economia, por isso a importância de estarmos fomentando o debate de ideias e questões corporativas, discutindo temas de relevante interesse da sociedade, assim dando continuidade ao irrenunciável protagonismo da OAB nas lutas em prol da advocacia e da cidadania”, destacou o vice-presidente.

A II Conferência Estadual da Advocacia do Amazonas, segue até a próxima sexta-feira (06) e contará ainda com palestras sobre:  Delação premiada sob a ótica do advogado criminalista, Sistema Prisional no Amazonas, Ressocialização e os Direitos Humanos, O Advogado no interrogatório e o Direito à Ampla Defesa do réu.

 

Artigo anteriorComitê de Combate à Corrupção e Caixa Dois homenageia entidades, instituições e profissionais de imprensa no Amazonas
Próximo artigoMarco Aurélio Choy fala sobre a II Conferência Estadual da Advocacia do Amazonas