OAB-AM realiza cerimônia para homenagear mulheres

75

Receberam placa de homenagens mulheres que integram o judiciário, legislativo e executivo

Como forma de reverenciar mulheres fantásticas da advocacia, judiciário, legislativo e executivo do estado, a Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM) realizou nesta quinta-feira (17/03), uma noite de homenagens ao público feminino. Ao todo, 33 mulheres receberam uma placa simbólica, como forma de agradecimento por todo trabalho desenvolvido em prol da sociedade feminina.

O evento faz parte das atividades desenvolvidas pela Comissão da Mulher Advogada, da OAB-AM, que tem como presidente a advogada Marlene Parisotto e como vice-presidente, Omara Gusmão, que também é secretária-geral da instituição.

Segundo o presidente da OAB-AM, Jean Cleuter Mendonça, uma das bandeiras desta gestão é a paridade entre homens e mulheres advogadas e a sororidade da comunidade feminina no âmbito da advocacia e justiça. Para ele, o acolhimento e o respeito são fundamentais para continuar construindo uma sociedade igualitária.  

“As mulheres vem conquistando espaço com muita luta. E isso está sendo conquistado porque elas são merecedoras, tem competência e mostram todos os dias que fazem a diferença, seja em âmbito nacional ou regional. As nossas chapas já tinham mais mulheres que homens e a nossa gestão tem uma atuação firme das nossas mulheres advogadas”, afirmou.

De acordo com a presidente da comissão, Marlene Parisotto, o evento tem por objetivo honrar às mulheres que fazem a diferença. “É uma honra muito grande estar aqui. Falar de mulher é falar de força, de luta, de determinação, dignidade e respeito, direitos nossos que nós temos. Hoje estamos homenageando mulheres que se destacam na luta em prol das mulheres em situação de vulnerabilidade. Mulheres capazes de construir um mundo melhor. A comissão da mulher advogada se propõe a se engajar nessa luta e honrar todas essas convidadas que aqui estão”, garantiu.

Fotos: Jefferson da Silva

Artigo anteriorOAB-AM comemora decisão do STJ sobre honorários
Próximo artigoOAB-AM envia ofício para senado e câmara dos deputados sobre porte de arma para o advogado