Meetup : A LGPD e seus desafios no setor público

54

A Comissão de Direito Digital, Startup e Inovação da Ordem dos Advogados do Brasil Seccional Amazonas (OAB-AM) e a Comunidade de Inovação Jurídica da Amazônia – InnovaLaw realizam o Meetup com o tema: “ A LGPD e seus desafios no setor público”, no próximo dia 21 de julho, as 15h00 de Manaus-AM sendo 16h00 de Brasília, evento gratuito e online com transmissão pela conta do Youtube do Portal Juristas.

Inscrições gratuitas, com Certificado de 3h aos participantes, no sympla.

O meetup: “A LGPD e seus desafios no setor público”, contará com participantes da área jurídica, para que, juntos, possam debater a dificuldade para adequar a LGPD na administração pública brasileira, com a possibilidade de mudanças de procedimento e nas culturas do serviço público nacional.

O evento contara com a mediação do Guilherme Tomizawa, e três palestrantes, o Fernando Nery, o Márcio Luís Marques e o Aldryn Amaral de Souza.

Para o presidente da Comissão de Direito Digital, Startup e Inovação da OAB-AM, e representante da InnovaLaw o advogado em direito digital na Amazônia Aldo Evangelista, “ É o primeiro meetup que realizamos para dialogarmos sobre a adequação da Lei Geral de Proteção de Dados – LGPD, na pessoa jurídica de direito público, ou seja, em todos os entes da federação. O desafio é grande aos Municípios, Estados e União, e certamente terão que inovar, e propor mudanças de procedimentos e culturas. Enfim, como fazer essa adequação da LGPD no setor público. ”

Os Meetups, organizados pela Comissão e Comunidade InnovaLaw, visam dialogar sobre direito digital, startups ou inovação jurídica. Já são três anos realizando esse evento, que ocorre mensalmente no decorrer do ano e a exemplo do sucesso dos meetups anteriores, os organizadores, assinam novamente a realização de mais um evento voltado para a difusão das comunidades de direito digital e ecossistema de startups.

Evento atual e imperdível. Com o apoio da Digital Law Academy, do Portal Juristas, da AB2L, e Legal Hacker Manaus.

Artigo anteriorComissão de Direito Previdenciário da OAB/AM recomenda aplicação de rito idealizado pela Procuradoria Federal do Amazonas para ações previdenciárias estaduais
Próximo artigoOAB-AM DEFENDE ADVOGADA E AS PRERROGATIVAS DA ADVOCACIA

DEIXE UMA RESPOSTA

Por favor digite seu comentário!
Por favor, digite seu nome aqui