OAB-AM afirma que não quer enfrentamento com IPAAM

48

 

O presidente da OAB-AM, Marco Aurélio Choy e o presidente da Comissão de Meio Ambiente da Ordem, Vanylton Bezerra, protocolaram na manhã desta terça-feira 29/01, o pedido da seccional para que o IPAAM intensifique as fiscalizações das barragens de exploração localizadas em Presidente Figueiredo.

Choy ressaltou que a iniciativa da OAB não é a de promover o enfrentamento entre as duas instituições e sim como entidade representativa da sociedade civil, alertar para a necessidade do Órgão Estadual de Meio Ambiente (OEMA) ampliar a atuação nas áreas das barragens no Amazonas, a fim de evitar a ocorrência de tragédias semelhantes a de Brumadinho em Minas Gerais, registrada na última sexta-feira, dia 25.

Choy e Vanylton foram recebidos pelo diretor-presidente do IPAAM, Juliano Valente e membros da equipe técnica do órgão. Juliano explicou que o instituto tem realizado vistorias constantes nas áreas de barragens e, ao final da manhã, o dirigente convocou a imprensa em que apresentou as ações de fiscalização e monitoramento das barragens existentes no estado. Ele também divulgou um relatório atual sobre a quantidade de barragens, processo de fiscalização e também a responsabilidade que cabe a cada entidade envolvida.

Artigo anteriorOAB-AM pede que IPAAM realize vistorias urgentes em barragens de alto risco instaladas em Presidente Figueiredo
Próximo artigoApós pedido da OAB-AM, Governo anuncia vistoria nas barragens de Presidente Figueiredo