À frente da ENA, Beto Simonetti, propõe mais autonomia financeira para as Escolas Superiores de Advocacia

108

O Conselheiro Federal da seccional do Amazonas e diretor -geral da Escola Nacional de Advocacia (ENA), José Alberto Simonetti, em uma iniciativa histórica, esteve com o presidente da OAB nacional, Cláudio Lamachia e apresentou uma proposição que será apreciada pelo Pleno do Conselho Federal na qual sugere mais autonomia financeira às Escolas de Advocacia das seccionais de todo o Brasil, a partir do repasse de 3% das anuidades brutas para que as instituições possam promover um maior fortalecimento de suas ações.

A iniciativa, conforme afirmou Beto Simonetti, visa avançar ainda mais na qualidade do ensino jurídico voltado à Advocacia. “São pontos fundamentais para a continuidade do desenvolvimento do ensino jurídico”, destacou.

O documento foi elaborado com a participação dos diretores das 27 Escolas Superiores de Advocacia. A medida representa um importante passo para o aprimoramento profissional dos advogados e advogadas de todo o Brasil.

 

Artigo anteriorSorteio define embates entre faculdades do I Concurso Nacional de Júri Simulado da ENA
Próximo artigoChapas eleições 2019-2021